55 41 3014-0381

contato@caddan.com.br

Que você já pensou na sua aposentadoria em algum momento da vida, isso é certo, mas você fez isso de forma consciente e efetiva?

Estamos recebendo, aqui na Caddan, muitas solicitações de pessoas que estão, mesmo em tenra idade, iniciando seus processos de aposentadoria. Essa busca é muito saudável, principalmente para esses profissionais que estão apenas no começo dos 50 e ainda tem muito tempo de atividade pela frente.

Em 2018, empresas contrataram mais jovens para os postos de trabalho, caracterizando uma possível mudança no perfil dos funcionários. Tudo indica que esse movimento define um preparo do quadro de funcionários para o mercado nos próximos anos.

Colocando ideias na prática Facebook

Trabalhando, no meio da tarde, com alguns assuntos pendentes e reuniões marcadas, quando de repente: uma ideia. É quase normal que, quando você está passeando pelos seus afazeres do dia surja um plano, ideia ou projeto na sua cabeça. Às vezes, você simplesmente ignora e volta à rotina, mas e quando ela ganha força na sua cabeça e começa a parecer boa. Como proceder?

Novo ano, novo ciclo, novos planos, novas metas, novos objetivos, novas conquistas. Novos problemas, novos obstáculos, novos desafios e novas barreiras. Nesta época do ano, estamos lotados de “novos” no nosso dia a dia e planejamento, contudo, geralmente muito desses “novos” acabam ficando presos nas sombras do passado.

Novas conquistas em 2019: Os desafios e as oportunidades do mundo moderno, na visão de Richard Houle.

O último evento de 2018 da Caddan contou com a presença do consultor Richard Houle, um canadense – parceiro da Caddan -, que vive no Brasil, e é dono das empresas RDH Business Management e Toronto Native Language School. Além disso, trabalha com estratégia de carreira e orientação para resultados, entregando as direções corretas para a solução de problemas complexos no mundo empresarial.

Nos dias atuais, seja em que cenário for, existe a busca e o interesse em termos nas equipes pessoais e profissionais envolvidas com o trabalho e atividades a elas delegadas. Fala-se e buscam-se muitas formas para que isso seja ainda mais vivenciado por todos. Para que haja isso, é importante um engajamento e comprometimento com a organização e com o propósito desta. Nesse sentido, muitas organizações estão revendo seus conceitos sobre composição de equipes e as competências necessárias para fazerem parte destas.