55 41 3014-0381

contato@caddan.com.br

Novo ano, novo ciclo, novos planos, novas metas, novos objetivos, novas conquistas. Novos problemas, novos obstáculos, novos desafios e novas barreiras. Nesta época do ano, estamos lotados de “novos” no nosso dia a dia e planejamento, contudo, geralmente muito desses “novos” acabam ficando presos nas sombras do passado.

Novas conquistas em 2019: Os desafios e as oportunidades do mundo moderno, na visão de Richard Houle.

O último evento de 2018 da Caddan contou com a presença do consultor Richard Houle, um canadense – parceiro da Caddan -, que vive no Brasil, e é dono das empresas RDH Business Management e Toronto Native Language School. Além disso, trabalha com estratégia de carreira e orientação para resultados, entregando as direções corretas para a solução de problemas complexos no mundo empresarial.

Nos dias atuais, seja em que cenário for, existe a busca e o interesse em termos nas equipes pessoais e profissionais envolvidas com o trabalho e atividades a elas delegadas. Fala-se e buscam-se muitas formas para que isso seja ainda mais vivenciado por todos. Para que haja isso, é importante um engajamento e comprometimento com a organização e com o propósito desta. Nesse sentido, muitas organizações estão revendo seus conceitos sobre composição de equipes e as competências necessárias para fazerem parte destas. 

orar meditar linkedin


De tudo que tenho lido e observado na minha prática para aproveitar do mundo atual, sem dúvida, afirmo: orar, meditar e se conectar com você mesmo é um caminho viável e necessário. Tenho acompanhado executivos, estudantes, pessoas que têm mudado suas vidas adotando práticas que permitem perceber situações da vida e de si próprios com maior clareza.

nadador site

Há algum tempo assisti a uma palestra de um dos melhores nadadores de todos os tempos, Michael Phelps e, também, de seu técnico Bob Bowman. Em uma conversa franca e muito objetiva contaram em detalhes toda a trajetória, atuação e maneira de pensar do nadador que, sem dúvida, nasceu para esse esporte. Seu biótipo alto, uma envergadura significativa, com as articulações dos tornozelos sem precedentes e, aliado a uma flexibilidade nos pés, conseguindo dobrá-los na ponta mais que uma bailarina, constatando dessa forma que ele nasceu e foi feito para esse esporte!

(Daniela Leluddak concede entrevista  a Revista Claúdia - Março/2017)

"Verdade seja dita: já é difícil trabalhar em paridade com a amiga, um parente ou o marido, mas o que acontece quando você ou um deles vira chefe? Especialistas indicam como resguardar o amor e o carinho sem afetar a competência."