55 41 3014-0381

contato@caddan.com.br

Lendo sobre as Olimpíadas e Paralimpíadas disputadas em agosto e setembro, no Rio de Janeiro, chamou minha atenção o número de profissionais que foram contratados para o evento - em torno de 85 mil pessoas. O número é bastante significativo e envolveu diversas áreas: segurança, tecnologia, gestão, logística, comunicação, entre outras. E as funções demandaram de assistentes até líderes. Dentre as caraterísticas essenciais estavam "gostar de atender o público", "ajudar pessoas" e "prestar serviços". Ou seja, saber colaborar, trabalhar em equipe e possuir um lado prestativo expressivo.

Fazendo uma comparação com as exigências para a maioria dos cargos e posições existentes no mercado de trabalho atual, as mesmas características são fundamentais para uma boa colocação e, principalmente, para se desempenhar um trabalho eficiente e com maior sucesso.

Os jogos passaram e as vagas temporárias já não existem mais. Muito se fala em "legado olímpico". Buscar treinamento, informações e orientação para aprimorar essas características profissionais essenciais para uma carreira de sucesso, talvez, estejam entre os ensinamentos que os Jogos do Rio de Janeiro tenham deixado para o país.