55 41 3014-0381

contato@caddan.com.br

Em pleno ano de 2016, e com todo o avanço do movimento feminista e das conquistas das mulheres no mercado de trabalho, ainda vivenciamos movimentos de resistência à presença feminina em altos cargos executivos.

Dentre algumas pesquisas que embasam o parecer da Master Coach é a pesquisa realizada pela Caliper Estratégias Humanas, com mulheres executivas brasileiras. Essa pesquisa detectou, que para elas, o maior obstáculo para chegar à liderança em empresas é provar competência -fator que veio em primeiro lugar para 42% das entrevistadas.

Ao mesmo tempo, nunca foi tão promissor ser mulher em grandes empresas, afirma com convicção a Master Coach Daniela Leluddak, professora do ISAE/FGV-PR e sócia-diretora da Caddan. “Acredito que as mulheres estão voltando para o mercado de trabalho por uma necessidade da sociedade.

Equipes com equilíbrio entre gêneros trazem mais resultado. Ainda hoje precisamos entender sobre gente cada vez mais. E onde estavam as mulheres fora do mercado de trabalho? Cuidando de gente. As empresas contemporâneas precisam de competências como empatia, resiliência e prestatividade, características muito presentes nas mulheres, sendo esse um espaço e necessidade a ser preenchido por elas”, conclui Daniela.

A ideia é endossada por ninguém menos que Jack Ma, fundador da gigante companhia chinesa de e-commerce Alibaba. “47% de nossa empresa é formada por mulheres. Elas pensam mais nos outros do que nelas e isso é uma virtude”, acredita o empresário.

Ainda segundo a mesma pesquisa, as mulheres têm muitas vantagens competitivas em relação aos homens: são maiores e mais aprimorados entre elas o nível de prestatividade, o nível empático, a capacidade de se arriscar com critério e atenção, a forma de se comunicar, a polivalência e a maior capacidade de adaptação. Sem falar do comportamento relacional intrínseco feminino, que é capaz de gerar um bem-estar maior entre pares, funcionários, subordinados e demais níveis.

Para Daniela, o estereótipo de que a mulher precisa “endurecer sem perder a ternura” não tem mais vez no mundo de hoje. “Não precisamos bater o pé na mesa, ter o estilo masculinizado. Ternura e feminilidade agregam extremamente ao mundo masculino. Uma figura feminina traz um equilíbrio no sistema das empresas. Alguém que põe seres no mundo, que influencia significativamente na administração doméstica, coordena famílias e até influencia na compra de bens como automóveis tem poder e força inigualáveis”, resume a Master Coach, que tem como exemplo de liderança e personalidade feminina a Presidente da Microsoft Brasil, Paula Bellizia.

Ainda examinando os dados da pesquisa da Caddan, é surpreendente o percentual de doutoras e mestres entre a amostragem. Somando-se àquelas que têm MBA, temos a constatação de que as mulheres estão investindo fortemente na sua formação, como forma de melhor se preparar para o mundo extremamente competitivo e talvez como reflexo da necessidade cultural de ter de provar maior competência que os homens...o que de fato, é uma bobagem.

Daniela Leluddak é sócia/diretora da Caddan Empresarial e membro da Caddan Brasil (classificada como OSCIP). Tem como foco na carreira o desenvolvimento de pessoas e sistemas organizacionais. Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Mais informações para a imprensa:
TYPE ASSESSORIA -Vanessa Kopersz Ming
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(11) 99442-7612